Nos últimos dois anos, líderes dos mais diferentes segmentos vivenciaram uma série de novidades. O home office, por exemplo, foi adotado por 46% das organizações, segundo Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19, o que impactou diretamente na forma como os gestores gerenciam seus times.

 

Mas e para 2022, o que virá? Hoje aqui no blog da StepU nós vamos falar de cinco principais tendências para você implantar aí na sua empresa:

1. Automatização dos procedimentos.

Investir em ferramentas digitais e no apoio da tecnologia ao time não é mais um luxo, é uma necessidade. Processos automatizados facilitam a gestão, que passa a ser menos manual, e proporcionam maior fluidez para as tarefas.

Atenção! De nada adianta você, líder, investir em ferramentas inovadoras, se não mudar a cultura organizacional. Todos os envolvidos precisam entender a importância das novidades implantadas.

2. Foco no employee experience

Essa você provavelmente já sabe: profissionais motivados se sentem confortáveis, produzem mais e geram valor para o negócio. Uma empresa que tem foco em Employee Experience passa a levar as necessidades e a vivência do colaborador  em consideração na tomada de decisões. Isso faz com que ela seja bem vista por seus trabalhadores, que se tornam verdadeiros promotores do negócio.

Logo, em 2022, invista tempo e recursos em ações que melhorem a experiência dos colaboradores no ambiente de trabalho. Isso contribui para a retenção de talentos e redução das taxas de turnover. Aumentar o engajamento deve ser um dos principais objetivos dos gestores e do RH no próximo ano.

3. Gamificação

Essa tendência pode parecer restrita às empresas de tecnologia, mas não! A gamificação é uma das principais tendências que os líderes precisam estar de olho para 2022.

E o que isso significa? Usar técnicas de jogos para envolver, estimular e engajar as pessoas do seu time a desenvolverem determinadas ações. Essa abordagem cria uma competição saudável.

Basta definir um objetivo que precisa ser atingido. Assim, é possível potencializar a satisfação dos funcionários e reduzir as taxas de turnover, por exemplo. As recompensas não precisam ser necessariamente financeiras, existem outras maneiras de premiar os participantes.

4. Jornada mais flexível

O modelo de jornada de trabalho sem contar com um horário fixo vem ganhando adeptos. Neste caso, você pode avaliar o desempenho dos seus liderados por meio das entregas realizadas por eles.

Ao adotar um modelo flexível de trabalho, os colaboradores passam a poder cumprir as atividades nos momentos em que estiverem mais dispostos. E isso pode aumentar consideravelmente o desempenho do time como um todo.

É claro que toda essa flexibilidade depende muito de quais atividades são desempenhadas pelo profissional em questão. No caso daqueles que atuam em home office, é muito mais fácil adotar esse novo modelo.

5. Desenvolvimento dos líderes

Quem ocupa cargos de liderança carrega uma grande responsabilidade no que diz respeito ao desenvolvimento do capital humano da empresa, especialmente diante de cenários tão competitivos quanto os atuais.

Liderar é uma habilidade a ser constantemente desenvolvida, ninguém "nasce sabendo".

Para 2022, sua empresa deve identificar o potencial dos colaboradores que já fazem parte dos times e, consequentemente, investir na formação deles.

Isso significa aprimorar suas habilidades profissionais a todo momento. Por isso, o planejamento é essencial.

A StepU tem uma plataforma completa com programas de desenvolvimento contínuo e treinamentos para as mais diversas áreas.

Acesse e conheça: https://stepu.com.br/empresa


Imprimir