Você considera o seu ambiente de trabalho tóxico? Esta parece uma pergunta com um tom agressivo, e até um pouco “presunçosa”.

 

No entanto, o que temos vivenciado atualmente, são equipes de trabalho cada vez mais adoecidas e esgotadas. Não é à toa que a Síndrome de Burnout tem crescido cada vez mais.

A partir deste ano, por exemplo, a OMS (Organização Mundial de Saúde) passou a classificar a Síndrome de Burnout como uma doença do trabalho. Ainda segundo a OMS, o Brasil é o segundo país com maior número de pessoas afetadas pela Síndrome do Burnout.

Nunca foi tão importante cuidar da sua equipe como agora.

Aqui em nosso blog já falamos sobre como reconhecer e transformar uma cultura organizacional tóxica, leia o post completo clicando aqui!

Mas na prática, você sabe como estimular as habilidades comportamentais e a produtividade sem comprometer a saúde mental da sua equipe?

Não é segredo para ninguém que a chave para o sucesso são as PESSOAS. Investir no capital humano é o melhor investimento que você pode fazer. Colaboradores felizes são muito mais produtivos, motivados e engajados.

Segundo o estudo do site de recrutamento CareerBuilder, em 2021, 77% das empresas afirmam que as habilidades comportamentais são tão importantes quanto as técnicas no dia a dia de trabalho. E, em 2022, a tendência é que elas ganhem ainda mais espaço.

Cuidar da saúde mental do seu time significa cuidar da saúde da sua empresa.

Soft Skills na prática

As famosas habilidades comportamentais, ou soft skills, abrangem competências ou traços que permitem que as pessoas interajam com outras e realizem diferentes tarefas.

Tais habilidades, apesar de não serem mensuráveis, desempenham um papel essencial na vida pessoal e profissional. Clique aqui e leia o nosso post completo sobre a importância das soft skills para o seu time!

Você deve estar se perguntando. O que as soft skills têm a ver com a saúde mental do seu time? TUDO!

A consultora Lucedile Antunes, autora do livro “Soft skills: competências essenciais para os novos tempos”, elencou as habilidades que ela considera essenciais para os profissionais que desejam crescer em 2022.

Dentre elas, estão:

  • Empatia;
  • Adaptabilidade;
  • Inteligência Emocional;
  • Automotivação;
  • Ser mais humano do que profissional;
  • Aprendizado Contínuo.


Considerando as habilidades comportamentais citadas por Lucedile, imagine uma equipe sem tais skills? Especialmente em um cenário de adaptação e experimentação, que está em constante mudança por conta dos efeitos da pandemia, é inimaginável um time formado por pessoas inflexíveis e “engessadas”.

A inteligência emocional, por exemplo, é essencial para a formação de equipes de trabalho saudáveis mentalmente. Ela pode ajudar os colaboradores a gerenciarem os próprios sentimentos, e a forma como lidam uns com os outros, o que é extremamente importante em tempos cada vez mais estressantes.

Para que a saúde mental da sua equipe esteja em dia, é necessário que diversas habilidades comportamentais façam parte da cultura do seu negócio, tais como:

Comunicação assertiva, resolução de conflitos, trabalho em equipe. E para que isso ocorra, desenvolvê-las é essencial.

Grandes empresas investem em saúde mental!

Um levantamento da “Harvard Business Review” mostrou que funcionários infelizes produzem até 18% menos quando comparado aos demais. Não investir nas habilidades comportamentais e na saúde mental do seu time, é um risco para seu negócio.

As grandes marcas já têm promovido ações para valorizar a saúde mental e incentivar o desenvolvimento as habilidades comportamentais de suas equipes.

A Nestlé é um exemplo. Ela é adepta do movimento #MenteEmFoco, um projeto que convida as empresas brasileiras a reconhecerem a importância da saúde mental no ambiente de trabalho por meio de benefícios para seus colaboradores.

A empresa oferece, por exemplo, acompanhamento individualizado para os profissionais, incluindo uma rede de apoio permanente formada por médicos, enfermeiros, nutricionistas e psicólogos.

Ações simples para desenvolver as soft skills da sua equipe

Ações simples também são capazes de gerar excelentes resultados para o seu negócio. Um exemplo simples para estimular o trabalho em equipe, a comunicação, e até a empatia entre sua equipe, é investir nos eventos corporativos.

Colaboradores engajados têm 98% mais chances de se identificarem com as metas e valores da empresa, segundo um levantamento da GloboForce, especializada em gerenciamento de capital humano.

Pequenas ações são capazes de mostrar para o seu time que você se importa e que você reconhece o seu valor.

Como estamos em um momento de isolamento social, as confraternizações on-line são uma excelente opção. Nestes momentos, o líder tem a oportunidade de se mostrar mais acessível, o ambiente de trabalho se torna mais leve, e é assim que a cultura organizacional vai se moldando.

Confira aqui nosso post sobre os motivos pelos quais você deve adotar as soft skills no seu planejamento em 2022!

E você, já tem feito alguma ação para promover a saúde mental e desenvolver as soft skills da sua equipe? Fale conosco, nós temos o planejamento certo para o seu negócio!


Imprimir